Vítima da crueldade, criança de ano e meses e o seu irmão recebem a garantia de acesso ao afeto e convívio familiar

A equipe de Kfouri & Gorski - Sociedade de Advogados, recebeu há pouco, com imensa felicidade e satisfação, o resultado da atuação que iniciou há quatro dias, em caráter pró-bono, pelo compromisso humanitário.

O Juízo da Vara da Infância e Juventude de Colombo/PR, em despacho de lavra da Magistrada Shaline Zeida Ohi Yamaguchi (Autos n. 0004940-44.2016.8.16.002 – segredo de justiça), revogou ha pouco a medida liminar anteriormente concedida, para deferir a guarda provisória ao pai (Marcos Mychel Heller dos Santos), de seus dois filhos menores.

Para apurar a violencia e a extrema crueldade a que possam, como os indicios apontam, terem sido as criancas vitimas, resta instaurado Inquérito Policial, em que atuara o Pai para fornecer elementos, com a intencao de assistir ao Ministerio Publico em futura Acao Penal.

Entenda o caso:

Segundo site de notícias Banda B, uma criança de um ano e meio foi internada em estado grave no final da tarde desta segunda-feira (20) no Hospital Evangélico, em Curitiba, com sinais de espancamento e fratura grave de crânio. O menino foi encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento do Alto Maracanã, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, pela mãe e pelo padrasto. A mãe disse que o filho caiu do berço e por isso estava desacordado. Já o padrasto, em depoimento à polícia, contou outra história dizendo que uma grade caiu sobre o enteado. Porém, segundo o médico que atendeu o menino, há sinais no corpo que podem indicar que o menino foi vítima de agressão. A criança corre o risco de morte.

O médico do Siate, Misael Araújo, disse que encontrou a vítima com nível de consciência muito baixo. “A criança estava desacordada, com nível de consciência bastante rebaixado, um trauma de crânio grave com suspeita de fratura, além de lesões na orelha e equimoses, com sinais arroxeados, na parte anterior do tórax”, disse o médico em entrevista à Banda B.

Questionado sobre os supostos sinais de agressão, o médico não descartou a possibilidade. “O padrasto e mãe disseram na Unidade que o menino caiu do berço, mas as lesões encontradas e o estado inconsciente não caracterizam este tipo de acidente. Os pais disseram que as lesões foram em função da tentativa de reanimar o filho, mas as equimoses não são de lesões causadas hoje, mas sim há algum tempo. Há a possibilidade de maus tratos e agora o Conselho Tutelar será acionado para investigar o caso e os responsáveis podem responder por isso”, completou Misael.

O casal está junto há 7 meses, mas o padrasto foi morar com a mãe da criança há um mês. Segundo a polícia informou, o outro filho de 6 anos reclama que apanha do padrasto. O Conselho Tutelar recolheu a criança de 6 anos que vai permanecer longe da família por enquanto.  Mãe e padrasto negam terem agredidos as crianças.

O menino de um ano e meio foi internado em estado grave no Hospital Evangélico, mas, de acordo com o médico do Siate, como ele respondeu a estímulos, há esperança de que reaja e não fique com sequelas.

Procurados pelo pai biológico dos menores, que foram manchete no último dia 20/06/2016, a Sociedade de Advogados recebeu o caso com prioridade em sua carteira. A atuacao demandou trabalho de investigação, produção de provas e a tomada de providências urgentes; assim garantindo o acesso ao Poder Judiciário, que decidiu no caso com elogiavel cautela e sensibilidade.

Tendo as crianças, em primeiro momento, sido entregues à tutela do Estado, estavam sendo mantidas em casa de acolhimento. O menor de ano e meses, estava ainda em estado precário de saúde, o que exige lhe seja dispensada atencao, cuidados, e carinho; o que traduz a seguranca que somente a família pode oferecer.

Ao parabenizar a equipe, o titular do escritorio, Gustavo Swain Kfouri afirma que “a realizacao profissional do advogado se da nao somente quando o interesse do cliente e alcancado, mas quando se sente o prazer do dever cumprido, e a certeza de que o seu trabalho esta contribuindo com a felicidade de alguém; que neste caso envolve a preservação da vida e bem estar de uma criança",

Nota: extraído do seguinte endereço eletrônico: (www.bandab.com.br/jornalismo/crianca-de-um-ano-e-internada-em-estado-grave-por-supostas-agressoes-pais-disseram-que-caiu-do-berco/), em 08/07/2016, às 20h00.

 

COMPARTILHE
IMPRIMIR

Leia Também

Alagoas | Amapá | Bahia | Ceará | Distrito Federal | Goiás | Maranhão | Mato Grosso
Minas Gerais | Pará | Paraíba | Paraná | Pernambuco | Piauí | Rio de Janeiro
Rio Grande do Sul | Santa Catarina | São Paulo | Tocantins