Justiça autoriza empresa BBom a voltar a operar

A empresa BBom (Embrasystem –Tecnologia em Sistemas, Importação e Exportação) foi autorizada pela justiça a voltar a operar. A empresa obteve decisão que lhe garante o retorno às atividades, nos limites definidos pela Constituição e as leis, concedido pelo Tribunal Regional Federal da 1a Região, a partir da orientação do Poder Judiciário de 20 grau.
 
O advogado responsável pela comunicação da banca de advogados, composta por diversos escritórios no território nacional, Gustavo Swain Kfouri, do escritório Kfouri & Gorski, de Curitiba, informa que a empresa retornará às atividades a partir de negócio diverso, estruturado sob novas bases, conforme comandado na decisão judicial, o que decerto contribuirá para a materialização, em um futuro próximo, de um Termo de Ajuste de Conduta - TAC. “A decisão judicial proferida nesta data garante os direitos fundamentais da empresa e de seus associados, com base no art. 170, da Constituição Federal, cujo alcance tem sido modulado pela jurisprudência”, explicou.
 
Kfouri acrescenta que, no curso dos processos, a empresa continuará prestando perante os órgãos governamentais e judiciais todos os esclarecimentos técnicos necessários à demonstração de que atua, regularmente, na forma do Marketing de Rede. Todos os dados sobre o retorno da empresa às atividades serão informados pelos canais oficiais de comunicação da  instituição, o site (www.bbom.com.br) e aTV BBOM.  
COMPARTILHE
IMPRIMIR

Leia Também

Alagoas | Amapá | Bahia | Ceará | Distrito Federal | Goiás | Maranhão | Mato Grosso
Minas Gerais | Pará | Paraíba | Paraná | Pernambuco | Piauí | Rio de Janeiro
Rio Grande do Sul | Santa Catarina | São Paulo | Tocantins